6 dicas para evitar gafes em inglês no mundo dos negócios

  • 6 dicas para evitar gafes em inglês no mundo dos negócios

    6 dicas para evitar gafes em inglês no mundo dos negócios

    Pronúncia correta, como responder um e-mail, conhecer os significados de expressões, entender tudo o que é dito em uma ligação ou conferência, costumam ser as principais dificuldades entre executivos em situações em que a fluência no inglês se faz necessária.

    Em um período que só se fala em desemprego, as vagas de trabalho costumam ser ainda mais concorridas, e as empresas acabam priorizando aquele profissional considerado “completo” ou que possui fluência de outro idioma. A habilidade tem impacto no salário, sendo que os profissionais com fluência em inglês chegam a ganhar até 50% a mais do que colegas que não falam o idioma.

    Mesmo o inglês tendo papel fundamental nos dias de hoje para diversas finalidades, apenas 5% da população fala uma segunda língua, sendo que esse fator acaba tendo grande influência na carreira de qualquer profissional, principalmente aqueles que trabalham em multinacionais.

    Porém, entre dizer que possui fluência e comprová-la no dia a dia há uma grande distância. A falta de domínio pleno do idioma é motivo para que muitos profissionais acabem cometendo algumas gafes no dia a dia e na rotina dentro da empresa.

    Entre as situações mais recorrentes estão confundir palavras com sons similares mas com significados totalmente diferentes, tentar interpretar ao pé da letra uma frase em português para o inglês sem se atentar ao tempo verbal correto. Para ajudar evitar as gafes mais comuns do mundo corporativo, Steven listou algumas dicas importantes:

    – Descubra o vocabulário da sua área na empresa: É importante que o profissional tenha conhecimento sobre quais são os termos mais utilizados em sua área e quais são as expressões que ele irá utiliza com mais frequência. Também é importante estar preparado para falar sobre assuntos relativos à empresa e ao segmento do qual ela pertence. Uma dica é ler artigos ou textos sobre o setor em questão e analisar quais são as palavras que aparecem com mais frequência.

    – Cuidado ao responder um e-mail: Algumas palavras em português que estamos habituados em utilizar na troca de e-mails podem resultar em grandes confusões quando escritas em outro idioma. Portanto, é importante se atentar quanto à ortografia das palavras para não correr o risco de ser mal interpretado. Sempre que tiver dúvidas vale consultar um dicionário online para ter certeza de que a frase está correta. Prefira também utilizar a expressão “best regards” (saudações) ao invés de “hugs” (abraços) ou “kisses” (beijos). Isso porque o termo é uma forma de agradecer mais formal.

    – Fique atento com a pronúncia: Existem diversas palavras com sons similares em inglês, porém com significados totalmente diferentes. Portanto, é importante verificar se a pronúncia está correta. Na dúvida, consulte amigos com maior nível de fluência, professores ou sites na internet. Tenha cuidado na hora de conversar ao telefone com um falante nativo para evitar qualquer mal entendido. Na dúvida, não hesite em perguntar ou pedir para a pessoa repetir a frase.

    – Verifique o tempo verbal: Essa questão vale para qualquer ocasião e costuma gerar muitas dúvidas para a maioria das pessoas. Dependendo do tempo verbal da frase, as palavras podem sofrer algumas alterações ou em alguns casos mudar totalmente. É importante se atentar quanto ao verbo auxiliar que pode ser Do (presente), Did (passado), Will (futuro) e Would (Condicional).

    – Treine antes de fazer uma apresentação: Sim, geralmente, quando uma pessoa está prestes a fazer uma apresentação, ela costuma treinar algumas vezes. Nesse caso a preocupação é dupla, pois além do conteúdo é importante verificar se o que está sendo dito é compreensível para todos e se a pronuncia está correta. Convidar alguém que possui conhecimento mais avançado do idioma para assistir sua fala ajuda bastante. Outra dica é gravar o que será dito para ouvir depois. Isso vale também para reuniões. É importante se atentar sobre qual assunto será debatido e as possíveis perguntas que poderão ser feitas.

    – Pesquise termos e expressões do mercado internacional: Existem palavras em inglês que aparecem com frequência no mundo dos negócios como Self-employed (quem trabalha por conta própria), Budget (orçamento da empresa) e To arrange a meeting (quando alguém deseja marcar uma reunião). Leia bastante sobre esses termos pois algumas expressões acabam ficando confusas caso a pessoa tente traduzir ao pé da letra, então para evitar qualquer dúvida procure saber o real significado.

    Por Roberta Tavares

    HEADWORD | Language School