Aprender alemão abre novas oportunidades de trabalho no exterior

  • Aprender alemão abre novas oportunidades de trabalho no exterior

    Aprender alemão abre novas oportunidades de trabalho no exterior

    Devido ao envelhecimento da população, ao índice de desemprego baixo e à produtividade e inovação tecnológica de muitas pequenas e médias empresas, Alemanha busca estrangeiros qualificados para as milhares de vagas de empregos disponíveis no país. Para quem deseja se candidatar, o conhecimento no idioma alemão é uma vantagem no currículo, além de ajudar no processo de adaptação e relacionamento.

    Diante das dificuldades econômicas vividas recentemente, o Brasil se encontra em um momento complicado em relação ao mercado de trabalho, com falta de vagas e alto índice de desemprego. No entanto, para as pessoas que estão fora do mercado, ou até mesmo para os profissionais que desejam mudar de país ou de área, a resposta pode estar no exterior, ou, mais especificamente, na Europa central.

    Com um déficit de mão de obra devido ao envelhecimento da população e ao baixo índice de desemprego, a Alemanha está em busca de imigrantes com boa formação e que desejam viver e trabalhar no país. Segundo os dados do Instituto para a Investigação do Mercado Laboral e Emprego (IAB), entre abril e junho deste ano, 985 mil postos de trabalho não puderam ser ocupados na Alemanha, representando um aumento de 10% em relação ao mesmo período de 2015. As áreas com maior demanda de profissionais são eletrônica, mecatrônica, engenharia, programação, saúde e hotelaria.

    O professor do IEBA (Instituto de Ensino Brasil-Alemanha) e Cônsul Honorário da República Federal da Alemanha, Rudolf Schallenmüller, em Ribeirão Preto, afirma que os brasileiros são bem recebidos na Alemanha e absorvidos no mercado de trabalho local, mas ressalta que é importante ter uma formação profissional e, no mínimo, conhecimento básico do idioma local para se candidatar a uma vaga. “Encontrar um trabalho lá sem falar a língua é muito difícil. Não é preciso ser fluente, mas é fundamental saber se comunicar utilizando a língua oficial do país”, alerta Rudolf. Segundo ele, a Alemanha busca constantemente mão de obra qualificada proveniente do grupo BRICS (um acrônimo que se refere aos países Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, que juntos formam um grupo político de cooperação). “Este grupo conta com profissionais principalmente das áreas e tecnologia e saúde, que acabam sendo escassas na Alemanha”, completa.

    Conhecimento do idioma
    Para quem tem o interesse de preencher uma destas vagas o conhecimento do idioma alemão é um dos requisitos fundamentais não só como um diferencial no currículo, mas também para auxiliar na adaptação e no relacionamento com as pessoas. Além disso, aprender o idioma oficial de Alemanha traz inúmeras outras vantagens já que o alemão é a segunda língua mais importante na ciência e a mais falada na Comunidade Europeia, com mais de 100 milhões de falantes.

    Viver na Alemanha
    A Alemanha tem se mostrado um país cada vez mais atrativo e aberto para receber estrangeiros, realizando inclusive várias reformas com o objetivo de facilitar a imigração. Em 2012, as condições de entrada para profissionais especializados foram alteradas, estando atualmente entre as mais liberais do mundo.

    Entre as principais mudanças feitas pelo país neste sentido estão o reconhecimento de diplomas estrangeiros aprimorados, a criação de um visto de seis meses para permitir que profissionais especializados possam procurar uma vaga de emprego e a idealização do Cartão Azul da EU, que facilita a permanência de trabalhadores altamente qualificados.

    Além das regras aprimoradas, o país também se destaca pela cultura diversificada e internacional, cidades dinâmicas, belas paisagens e uma infraestrutura moderna com excelentes condições de vida.

    Fonte: http://www.make-it-in-germany.com/

    HEADWORD | Language School