História do Dia de Ação de Graças

  • História do Dia de Ação de Graças

    História do Dia de Ação de Graças

    O dia de Ação de Graças é um feriado comemorado anualmente nos EUA na quarta quinta-feira de novembro. No Canadá, Thanksgiving é comemorado na segunda segunda-feira de outubro (a colheita acontece mais cedo por causa da diferença de temperatura). A maioria das pessoas celebra o dia de Ação de Graças se reunindo com a família e os amigos para um banquete tradicional. A história do dia de Ação de Graças nos EUA é a seguinte: o dia foi comemorado pela primeira vez em 1621 pelos colonos e índios americanos da colônia Nova Inglaterra no início do século 17, com a intenção de agradecer a Deus pela ótima colheita após muitas dificuldades. Sua verdadeira origem, entretanto, remonta aos festivais de colheita tradicionais em muitas partes do mundo desde tempos antigos. Hoje em dia o dia de Ação de Graças é uma comemoração da vida doméstica, centrado na casa e na família.

    Celebrações públicas do dia de Ação de Graças normalmente mostram a ligação do feriado com os colonos. As representações e desfiles normalmente contam com crianças vestidas como naquela época, com chapéus e roupas escuras, e sapatos com grandes fivelas prateadas.

    Muitas das imagens associadas ao dia de Ação de Graças tem origem em tradições antigas de celebrações da colheita de outono. Por exemplo a Cornucópia (um chifre onde são colocadas muitas flores e frutas) é um típico símbolo do Thanksgiving, representando a abundância, que data de festivais de colheitas medievais. Em muitas comunidades as igrejas são também decoradas com frutas, flores e plantas, tais quais as decorações que comunidades européias fazem por séculos durante a colheita no outono.

    De acordo com o significado de celebrar uma ótima colheita, preparar e comer uma grande refeição é a parte central da maioria das celebrações de Ações de Graça. Os pratos incluem Peru recheado, molho de cranberry, squash (veja o post de ontem sobre o squash), purê de batatas, batata-doce e torta de abóbora (veja o post de sábado sobre a torta). São pratos simples que preservam a memória do modo de vida rústico e virtuoso dos colonos. Adicionalmente, muitas destas comidas são nativas da América do Norte, enfatizando a generosidade da natureza que recebeu os primeiros colonos em sua nova terra. Grupos mais recentes de imigrantes acrescentaram seus pratos típicos ao menu de Ação de Graças, como os italianos, que incluíram massas e vinhos ao banquete.

    Muitos americanos fazem a digestão do banquete assistindo a jogos de futebol na televisão. Tradicionalmente dois times da NFL, os Lions de Detroit e os Cowboys, de Dallas, jogam no dia de Ação de Graças. A grande audiência desses jogos no feriado tornaram o futebol mais uma tradição do Thanksgiving.

    A data do feriado mudou várias vezes e só foi nacionalmente instituída após a guerra civil, e demorou a ser comemorado no sul, pois a população desconfiava que o feriado fosse mais uma imposição cultural do norte. Somente a partir do final do século 19 o apelo familiar do feriado passou a ser mais forte do que as rivalidades, e o feriado começou a ser largamente celebrado. É considerado o mais americano dos feriados, pelos milhões de imigrantes que chegam aos EUA todos os anos.

    No século 20, muitas famílias passaram a morar nas cidades, e o comércio passou a oferecer descontos e promoções especiais no dia seguinte ao feriado, que agora é conhecido como o primeiro dia das compras de Natal. Muitas lojas organizam desfiles, entre elas a Macy’s, de Nova Iorque, que atrai milhões de pessoas.

    HEADWORD | Language School